Quanto custa um serviço de Mídias Sociais?

Esta pergunta é feita por muitos, tantos os que querem contratar como os que oferecem o serviço.

É muito comum, como em qualquer área nova e não regulamentada que muitos se aventurem a oferecer o serviço e aí vemos grandes disparidades de valores. Pensando em dar uma visão geral aqui sobre o assunto falo sobre isso neste post.

Primeiro, não existe um valor padrão que se encaixe em qualquer situação. Temos que entender que alguns tipos de mercados, regiões geográficas, responsabilidades da conta, atribuições, tudo isso criam variáveis que podem transformar os valores significativamente.

Tentarei levantar aqui alguns pontos que são importantes entendermos antes de qualquer coisa.

O que é o serviço de Gestão de Mídias Sociais?

Quando fui presidente da ABRADI-RN, tivemos várias discussões sobre isso, e sempre era algo diferente o entendimento de cada agência, até que se chegasse a um consenso. Estou colocando aqui o meu pensamento sobre o que é a entrega adequada de um serviço de Gestão Mídias Sociais.

Atribuições

Produção de Conteúdo. Sim, esta é a base. Qualquer profissional que vai trabalhar com as mídias sociais de um cliente irá produzir conteúdos para ele. Estes conteúdos são basicamente produção textual e imagens (estáticas ou animadas). Vídeos geralmente são colocados como um serviço a parte, mas se incluir isso já será um diferencial, pois vídeo tem uma produção mais cara e demorada também. Ir ao local tirar fotos profissionais também poderá ser cobrado a parte.

Mas, qual a quantidade de conteúdos produzidos? E, para quantas mídias sociais? Este é outro ponto que gera grande discussão. Algumas marcas de porte nacional não fazem postagens diárias, mas recomendo que o faça, enquanto sendo uma marca local. Desta forma, vamos considerar que o padrão é você produzir um conteúdo por dia.

O número de mídias sociais influencia? Claro que sim. Veremos mais a baixo que faz toda a diferença, logo, o seu serviço poderá ser mensurado pelo esforço de trabalho para cada mídia social em que irá atuar. Mas via de regra, a maior parte das Mídias Sociais hoje, você terá um trabalho de produção textual e de imagens. Mas, cada conteúdo no seu lugar. O texto para Twitter é diferente para Facebook (pelo menos deve ser), como é diferente para o Instagram, e apenas para não esticar esta discussão, avalie o comportamento, são totalmente diferentes, a forma de ler e receber um conteúdo é diferente, usar exatamente o mesmo texto e a mesma imagem é perder muitas oportunidades. Desta forma, vamos considerar que cada rede utilizará um conteúdo diferente, será a mesma estória, mas contada de forma diferente.

Interação. Sim, responder, interagir e atender a audiência do canal faz parte do trabalho também, daí a necessidade de se estudar bem o produto, o público e o serviço do cliente. Em alguns casos, a interação vai além da passividade, é preciso seguir as pessoas certas, interagir com elas, curtindo, comentando e prospectando, mas isso amigo, dá trabalho, bastante trabalho e pelo que tenho visto, alguns ou não fazem ou automatizam as interações, ambas eu desaconselho. Então vamos considerar também que no serviço de Gestão de Mídias Sociais, você vai responder dúvidas, perguntas dos clientes, seguir, curtir e comentar perfis interessantes para a marca contribuindo com a prospecção dela.

Monitoramento. Não confunda monitorar com fazer relatório. Monitorar é contínuo, é diário, é o tempo todo avaliar o que está acontecendo com o que foi produzido, quais as respostas a cada estímulo gerado com o conteúdo produzido. Se algo acontecer enquanto você não está de olho uma grande Crise pode acontecer e aí, pode ser tarde demais para a marca. Mesmo que você não entregue nada a seu cliente é importante compreender quem é o público que está interagindo com a marca, quais são os conteúdos que geram melhores resultados, avaliar qual a rede está sendo melhor para gerar os resultados esperados. Se não monitorar, como saber disso? Então, consideramos que Monitorar é parte integrante do trabalho.

Análise e Relatório. O que você produz, gerou alguma coisa, algum resultado, mesmo que não tenha gerado nada, este foi o resultado, nada. Entregar isso mensalmente (ou em períodos diferentes, dependendo do negócio) ao cliente, informando mais do que números, mas o que eles representam de fato justificando os novos caminhos que deverão serem traçados, faz parte do trabalho. Desta forma, precisamos compreender que o resultado do trabalho precisar ser avaliado e apresentado, bem como se justificar qualquer mudança de estratégia, com base nos resultados que se tem. E deixo claro aqui, entregar uma análise, para que não sejam apenas números extraídos automaticamente de uma ferramenta única.

Esforço de trabalho

Tempo. Agora que estabelecemos o que é o serviço, é preciso entender quanto de tempo ele demanda. E aqui é uma variável bem grande também. Clientes e clientes, áreas e áreas. Nem sempre você terá a produção de conteúdo da mesma forma para qualquer tipo de cliente, alguns você levará muito mais tempo para conseguir um post simples, outros te demandarão mais tempo interagindo, então isso pode variar bastante. Mas um fato é, para se fazer bem feito, é preciso dedicação, então vamos dar como base aqui que para produzir um post bom, com pesquisa, com entendimento, com uma imagem atraente e que você consiga também interagir com seus usuários durante o dia e resumindo tudo isso em horas, que você gaste no máximo 2h por dia, com cada cliente. Ok? Vamos partir deste pressuposto, desta forma, você conseguiria atender, sem muita dificuldade e com extrema qualidade 4 contas diferentes, certo?

Ferramentas. Existem diversas ferramentas que poderemos usar durante o nosso processo de trabalho, que também podem variar bastante conforme o nível de complexidade da conta, mas geralmente você vai trabalhar aí com editores de imagens (é uma assinatura mensal hoje em dia), ferramentas de publicação e agendamento, ferramentas de monitoramento e relatórios, automação, etc… tudo isso é custo confere? Então é preciso fazer parte do seu custo de trabalho com cada conta. Tenha isso em mente, some tudo e veja quando ficará para cada cliente que você atenderá.

Capacitação. O que torna o seu trabalho melhor do que o do seu colega? A sua experiência conta, sua habilidade, seus cursos e capacitações entram aqui e você precisa considerar que se já tem experiência, ainda mais se for em um ramo específico do cliente, isso fará uma diferencial para o trabalho entregue também. Considere isso para formatar o preço também. Assim como alguém que está contratando vai buscar por profissionais que já tenham algum conhecimento, logo a experiência sempre vai contar no processo de decisão também.

Formação do preço

Já vi diversos valores para o mesmo serviço, só para terem ideia, em uma mesma cidade já vi valores que vão de R$ 300,00 a mais de R$ 15.000,00. Pois é, difícil ter isso como parâmetro não é? Mas vamos lá tentar deixar mais claro.

Um valor comumente cobrado aqui em Natal/RN é o de R$ 600,00 para fazer 2 redes sociais… agora, analise tudo o que dissemos antes aí, como alguém terá como entregar algo com qualidade, nos moldes que dissemos aí por este valor? Sendo pelo menos 30 publicações, em 2 lugares diferentes, o custo por conteúdo ficaria em míseros R$ 10,00!!! Se alguém chegar para você e disser, ei, faz um arte para mim aí, te dou R$ 10,00, você faria?

Mas para deixar mais fácil de entender, vamos criar um exemplo aqui:

Ana Luísa é uma social media, ela quer trabalhar como freelancer, ela estudou bastante, se formou, até fez pós graduação na área, escreve bem e domina ferramentas gráficas para as necessidades de atuação de um social media. Vamos ver quanto Ana Luísa poderá cobrar pelos seus serviços:

Local de trabalho. Recomendo buscar um Cowroking, primeiro pela estrutura pronta tanto para trabalhar como para atender um cliente (não precisa ficar indo em padaria e café o tempo todo né?). Recomendo aqui o KKi Hub, com uma mensalidade generosa de R$ 139,00, já incluso o espaço, a internet e o Café (muito importante!!). Não preciso dizer que o Networking é muito importante certo?

Ferramentas. Coloquei aqui um pacote simples. Adobe Photoshop (R$ 35,00 mensal), Iconosquare (U$ 5,00 mensal por conta) e Instamizer (R$ 34,90 mensal até 5 perfis). Com este pacote básico aqui já é possível entregar tudo o que foi dito nas atribuições.

RecursoValorCusto por Cliente (considerando 4)
LocalR$ 139,00R$ 34,75
FerramentasR$ 137,90R$ 34,475

Esta seria uma amostra dos custos por cliente, por cima. Além disso vai entrar o custo por hora do trabalho de Ana Luísa, nossa personagem aqui para exemplificar. Se ela, com toda a sua qualificação trabalhar 2h por dia em cada cliente, fechando assim 8h de trabalho por dia, ela vai dedicar 40h mensais para cada cliente, pelo menos.

Se ela cobrar R$ 1.000,00 para fazer as mídias sociais de um cliente, tendo esta estrutura de custos para cada um, sua hora de trabalho terá custado R$ 25,00, mas não entraram aí nenhum dos custos que já mostrei e os que mostro a seguir.

Lembremos que os custos de trabalho não são apenas os exemplificados na tabela. Existem custos como Impostos, telefone/Internet para comunicação com os clientes, deslocamento para atender o mesmo, capturar material, etc… Então, considere ainda estes custos.

Resumindo

Vimos aqui, de forma bem simplificada quais as atribuições de um serviço, o tempo para se dedicar a uma conta com cuidado voltada para gerar resultados para ela, ao mesmo tempo que os custos e o trabalho são muito maiores do que imaginamos. Se tivermos um profissional cobrando, por cliente, R$ 1.500,00 para fazer um trabalho realmente bem feito, estará um valor equilibrado para todos os custos e etapas que o trabalho tem.

Mas é possível cobrar isso hoje? Não, não é possível quando estamos em um mercado que não entrega o que detalhamos aqui. Quando o mercado não tem a real percepção do que é o serviço, do que deve receber e do que ele deveria ter de resultados, realmente não teremos como ver estes valores (aqui em Natal pelo menos, em outras regiões do país isso não pagaria um post em alguns casos).

E qual é a saída? Educar o mercado e se capacitar continuamente para oferecer sempre os melhores resultados ao cliente. Se o seu trabalho fizer seu cliente ganhar mais dinheiro ele pagará sem sombra de dúvidas, mas se você, profissional de mídias sociais, for visto como custo, será o primeiro a ser trocado quando a conta não bater.

Bom, espero ter contribuído para uma reflexão mínima. Não tenho a intenção aqui de tabelar nada, até por que existem diversos níveis de profissionais no mercado. Mas é importante entender que se você não mostrar o valor do seu trabalho e entregar este valor ao cliente, mais ninguém o fará.

E se você quer ajuda para melhorar seus resultados, entra aqui que eu poderei te ajudar.

Sucesso.

Facebook Comments
1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *