postStories

Como ter resultados com Stories em cada rede

Sim, agora temos Stories em todos os lugares.

Parece que nosso querido Mark por não ter conseguido comprar o snap, resolveu colocar o recurso dele em todas as suas redes sociais :)

Mas vamos entender tudo isso primeiro e saber como usar.

O recurso do Stories, que foi implantado no Instagram, migrou para o WhatsApp com o nome de Status, lá funciona de muito semelhante, mudando apenas alguns recursos, mas é basicamente o mesmo conceito de conteúdo instantâneo. Agora dentro do Messenger do Facebook, apenas no aplicativo móvel, o recurso também existe, mas com uma série de telas e recursos novos que podem fazer algumas pessoas que usam mais o facebook achar mais interessante de se utilizar.

Cada coisa no seu lugar

Costumo falar muito disso nos cursos que ministro, sempre ressaltando que cada rede tem um público e uma forma de se usar, então, é importante que você trabalhe conteúdos diferentes em cada lugar também. Se você fala a mesma coisa em todos os lugares por que eu vou te acompanhar em todos eles?

Mas o que temos visto por aí, desde o tempo em que o SnapChat estava com mais força é que, no geral, se utiliza o mesmo conteúdo em todos os canais e isso não é interessante.

Quem está no seu Instagram, veio por um motivo, que provavelmente é bem diferente de quem te acompanha no WhatsApp, que tem o seu contato lá por algum motivo e nem sempre está relacionado com o seu trabalho por exemplo, da mesma forma, quem está no seu facebook, também não.

Dica: Tente gerar conteúdos diferentes para cada canal, conforme a sua audiência, se você tem como objetivo engajar seu público com o que você faz. A proposta em ambas as ferramentas é expressar o seu dia, demonstrar o que você está fazendo de uma forma divertida, mas lembre-se principalmente que tipo de público está lá para receber aquele conteúdo, lembre-se do seu propósito naquela ferramenta.

Oportunidades usando Stories

Dentro do Instagram sempre sugiro que utilize bastante o stories, que é diferente de usar várias vezes :). O Stories te ajuda a dar visibilidade ao seu perfil, ajuda a ser encontrado e a direcionar seu público para algum conteúdo bacana que você fez, então, produzir conteúdo direto para o Stories ajudará bastante o seu perfil no instagram. Mas evite fazer conteúdos demais, geralmente o primeiro sempre terá um bom desempenho, se for interessante, vai atrair mais visibilidade para os próximos. Mas evite fazer muitos, isso vai cansar a sua audiência que não tem tempo sobrando para ver tudo o que acontece. Seja relevante.

No WhatsApp, se você trabalha vendendo algo, transforme ali em um canal de exclusividade, para que os que tenham o número da sua empresa/negócio, possam se sentirem privilegiados em ter um canal com conteúdo diferenciado, faça promoções, gere códigos promocionais ou vouchers apenas para quem visualiza o conteúdo do seus Status, isso vai gerar uma demanda pelo conteúdo e uma frequência no seu acesso.

No Facebook, por enquanto disponível apenas para perfis, logo, enquanto perfil, use com cuidado e avalie bem antes já que o seu perfil tem apenas pessoas interessada em você enquanto pessoa (ou não). Então, produzir conteúdo neste sentido precisa ser bem avaliado, de preferência, se você é profissional liberal e quer divulgar o seu trabalho, experimente ajudar as pessoas com dicas rápidas para que torne assim um canal a ser sempre buscado.

Bom, é isso, 3 plataformas, com público e comportamentos diferentes, exigem, mesmo para um recurso igual, conteúdos diferentes, seu conteúdo deve estar adaptado ao seu público e não apenas ao seu desejo de divulgar algo.

Mas e você, o que achou destas mudanças? O que acha de ter o recurso disponível em tantas redes assim? Deixa seu comentário.

Até a próxima.

postWhatsApp

Descubra novas oportunidades com WhatsApp

Em um país onde mais de 170 milhões de pessoas usam smartphones e destes, mais de 100 milhões utilizam o WhatsApp, não tenha dúvida, ali temos uma grande oportunidade.

Mas como sempre falo, vamos entender o comportamento primeiro.

Por que tantas pessoas preferem usar o WhatsApp?

É fácil, é leve, é intuitivo e o principal, te dá a liberdade que nenhuma outra ligação te permite. O fato de você responder quando e como quiser é ainda um fator de grande importância para muitas pessoas, logo, temos aqui um comportamento que teremos que levar em consideração se quisermos adotar o WhatsApp em nossa estratégia.

A pessoa prefere receber uma mensagem primeiro do que receber uma ligação. Ligar para alguém é quase um insulto em alguns casos. Mas muitas vezes isso pode gerar alguns problemas que precisaremos ficar atentos e abordo isso logo mais a frente.

Multimídia na comunicação

O WhatsApp além de um comunicador de texto, temos áudio, vídeo, imagens além da própria ligação de voz e vídeo também, ou seja, não faltam formas para conseguir se comunicar usando ele. Isso também é um fator que contribui bastante para a adoção da ferramenta.

Mas vamos ao que interessa…

“Ok, muita gente usa, mas como ele pode ser uma oportunidade de negócio para mim?” Bom a resposta disso será uma daquelas que vale para quase tudo na vida: depende. Depende de vários fatores aqui.

Você sabia que existem camelôs, que vendiam dvd pirata na rua e começaram a ganhar dinheiro criando grupos no WhatsApp de conteúdo? Exatamente isso! Pessoas pagam uma mensalidade (R$ 10,00) para que ele coloque nestes grupos conteúdos direcionados. Mensagens de bom dia para que possam ser compartilhadas, vídeos eróticos, piadas, vídeos engraçados e tudo mais o que você imaginar… Ou seja, virou um negócio. Faça as contas, em um grupo com mais de 200 pessoas, ele fatura R$ 2.000 por grupo, apenas distribuindo conteúdo que as pessoas já estão procurando… e você aí reclamando da vida? Soube de um caso onde um destes camelôs já tinha até 2 funcionários só para dar conta da demanda.

Já temos diversos grupos de bazar, trocas de produtos, exclusivos de classificados, enfim, uma infinidade de formas de fazer negócio usando o WhatsApp, algumas boas outras que mais geram dor de cabeça em todos os envolvidos.

Ok, você não quer fazer isso, você quer adaptar o WhatsApp ao seu negócio certo?

Vamos lá…

Lembre-se primeiro de que o WhatsApp é uma ferramenta de relacionamento, se você está lá sem querer se relacionar, mas apenas falar de você e vender está pensando errado. Lembra do camelô que virou infoprodutor no WhatsApp? Pois é, ele pensou primeiro em atender as demandas do público. Pense nisso também.

Atendimento, comece por aqui

Se você tiver estrutura para disponibilizar um whatsapp para atender o seu público e suas demandas, este pode ser um ótimo começo, atender as solicitações do seu público pode ser interessante (dependendo do negócio e do volume), isso te ajudará a mostrar seu interesse por ele (cliente) e poderá estreitar ainda mais sua relação, favorecendo então a oferta de novas oportunidades ao cliente.

Venda, é uma consequência

Vejo muitas empresas que pedem para as pessoas adicionarem o WhatsApp para dizerem o preço de um produto, depois de ter feito isso o cliente passa a receber, sem ter autorizado qualquer coisa, uma infinidade de imagens e ofertas de produtos, repito, do qual o cliente não pediu… isso só vai piorar a relação, acredite.

Se você atende bem no WhatsApp, criar abertura para uma boa conversa e tirar dúvidas, você encontrará portas abertas para realizar a oferta certa para aquele cliente.

Algumas oportunidades interessantes com WhatsApp

Crie um canal de relacionamento

Crie um canal onde o seu cliente pode falar diretamente com a empresa para tirar dúvidas, e saber de mais informações. Você poderá alimentar este canal para as pessoas que já te procuraram, portanto, pessoas que já estão interessadas no que tem a oferecer. Você pode usar o Stories neste caso, pois os contatos dali já são de pessoas que procuram por isso.

Crie um canal de conteúdo

Este mesmo canal de relacionamento, poderá ser usado para alimentar o seu cliente, segmente os seus contatos, identifique quem são e envie ofertas de acordo com os interesses dele, se bem organizado logo no início, fica muito ais fácil de fazer isso e o cliente se sentirá ainda mais bem atendido. Repito, neste caso, usar o Stories será ainda melhor, pois você poderá colocar conteúdos para visualização sem precisar ter mandar para cada contato. Informe por mensagens que terá promoções e conteúdos no Stories da loja, assim você não precisará criar várias mensagens de conteúdo para cada pessoa (mesmo que seja em uma lista de transmissão)

Canal de Exclusividade

Transforme o seu canal do WhatsApp em algo exclusivo, em algo que ele precise acompanhar. Promoções? Descontos? Cupons e vales-compra? Apenas pelo WhatsApp, isso fará com que o cliente tenha o desejo de participar deste seu canal. Além do que será ainda mais fácil de avaliar o impacto das suas promoções que são exclusivas de clientes desta rede.

Grupos? Cuidado.

Se você grupos para entretenimento, não vou falar nada, mas como negócio muito cuidado ao criar grupos. Lembre-se sempre, todos do grupo devem ter um objetivo em comum, outra coisa é todos ali terão acesso ao contato do outro, então grupo profissionais para gerarem networking tendem a funcionar melhor, mas colocar clientes dentro de um mesmo grupo, podem gerar vários problemas, sem falar que a maioria dos clientes nunca pediu para entrar em um grupo.

Listas de Transmissão? Repense.

Muita gente usa as listas de transmissão para passar notícias, informações e falar com várias pessoas ao mesmo tempo, mas um fato, ligado ao nosso comportamento, é que tendemos a ignorar mensagens que são para vários e não para nós. Se você recebe uma mensagem de alguém para você, esta terá um interesse para você em um certo nível, se você sabe que esta mensagem é a mesma para qualquer outra pessoa, ela já deixa de ter importância para você. Então avalie como usar e tente sempre segmentar as suas listas para torna-las o mais personalizadas e mais próximo possível de uma mensagem pessoal.

Bom, WhatsApp rende não é?

Já vou preparar outro conteúdo abordando mais oportunidades? Gostou, sim, não, talvez? Deixa seu comentário.

post-1-ano

O que aprendi em 1 ano como empreendedor

Na verdade 1 ano é apenas sozinho, mas já empreendo há um tempinho.

Quando larguei tudo na minha carreira profissional dentro do SENAC, não tinha a real noção do impacto que isso traria na minha vida. Desde 2012 eu venho empreendendo e aprendendo e sim, errando e acertando. Saí de uma carreira “estável” para me arriscar em algo que não sabia bem o que seria, apenas que era exatamente o que eu gostaria de fazer.

Olha que bonito, largar tudo o que está fazendo para ir atrás do seu sonho de trabalhar fazendo aquilo que se gosta né?! É, é bonito, mas não tão bonito assim como te vendem.

Empreender não é fácil.

Empreender não é trabalhar só na hora que se quer.

Empreender não é não ter patrão.

Empreender não é ter férias sempre que quiser.

Empreender é trabalhar para você mesmo, isso, o que você faz é para você.

Este foi o fator que mais me motivou, trabalhar para construir algo para mim, mesmo que na época eu nem soubesse o que eu iria construir ainda rsrs.

Não quero desestimular quem está tentando empreender, pelo contrário, acredito realmente que esta possa ser uma solução para alguns, mas não para todos. Se você quer empreender você terá que abrir mão de muita coisa. Você terá que se organizar muito mais do que já organizado, terá que se controlar financeiramente, terá que aprender coisas que não gosta e se aprofundar ainda mais naquilo que já sabe, mas te digo, agora sim, com experiência, vale a pena…

Glebe mas e os clientes? Você vai atrás deles.

Glebe, mas e as garantias no final do mês? Como sempre digo, nesta vida não temos garantias, apenas oportunidades.

Sim, é assim, é acordar todos os dias já sabendo onde se deve ir para se conseguir o que se quer, é se planejar muito mais do que já se planejou, é pensar todos os dias em quais serão os passos seguintes… para alguns isso é assustador, para outros, como eu, é desafiador e motivador.

Então, para não mais me alongar eu deixo aqui as minhas ultimas palavras:

Pense e repense várias vezes antes de largar tudo para começar a empreender. Se puder começar em meio período é uma possibilidade, mas nunca terá o mesmo resultado se você não estiver 100% focado em você. Se organize, planeje, quantos mais melhor. Se organize financeiramente, nem sempre o retorno chegará na hora que você quer. Se organize. Se organize. Se organize.

Ter um mentor poderá te ajudar, alguém na sua área que te inspire e oriente em algumas situações. Lembro-me do meu tempo de SENAC, quando falava com Fred Alecrim e ele me dizia “Glebe, as vezes para chegarmos a um patamar maior precisamos dar saltos, quando estamos presos não conseguimos dar estes salto, é preciso se soltar primeiro e só então saltar, mas você não tem garantia de que vai alcançar, apenas de que só terá chances se estiver solto”, bom, assim o fiz.

Ter o apoio da sua família e companheiros é fundamental também.

Bom, fica aqui meu desejo de sucesso para quem quer buscar este caminho.

Vai, que as coisas vem.